Seraphim Call

Protagonistas de Seraphim Call

O motivo para eu ver este anime foi bem esdrúxulo:

Há muito tempo atrás, baixei um vídeo de CCS em que tocava uma música e passavam várias cenas da Tomoyo com a Sakura. Tinha até a letra da música embaixo. Era tão bem feito que na hora pensei que fosse algo “oficial”, mas na verdade era só um AMV. Tempos depois descobri que a música se chamava “Pray” e era de um anime da Sunrise chamado Seraphim Call. A música é tão boa que me obriguei a assistir o anime.

Ep 4

Cada episódio do anime conta a história de uma garota e no último há um encontro de todas elas. As histórias são bem variadas, algumas bem simplesinhas, mas tem algumas interessantes. Entre elas uma menina tímida que desmaia na presença de homens mas é a única que pode desarmar uma bomba; uma mangaka que acaba vivenciando uma situação parecida com a do mangá que desenha; uma “tomboy” que se recusa a usar roupas femininas que é convidada para posar nua; etc. Um dos episódios até fala de matemática.

Alguns episódios são bem incomuns, por exemplo um deles é exibido sob a perspectiva de um bicho de pelúcia; dois deles são a mesma história sob o ponto de vista de duas irmãs; em outro a única personagem que aparece é a principal.

Ep 9

A animação não é grandes coisas, mas não chega a ser ruim. Cada episódio tem uma música de encerramento, que também não chamam a atenção. Os melhores episódios, IMHO, são o 9 da Kurenai Kasumi e 10, da Kurumi Matsumoto.

Entre as seiyuus tem algumas conhecidas (por mim): a Maria Yamamoto (Urara, Ep 11) que dubla a Kano em Karekano e também canta a ED de NieA_7; a Ayako Kawasumi (Kurumi, Ep 10) que dubla a Mayuko em NieA_7; entre outras, quase todas são bem conhecidas.

Ep 11

Enfim, existem séries muito melhores, mas Seraphim Call não deixou de ser interessante. Pelo menos baixe a OP: “Pray”, da Yuko Sasaki, cuja letra é phodástica.

5 comentários sobre “Seraphim Call

Deixe uma resposta