Review: Toki wo Kakeru Shoujo (The Girl Who Leapt Through Time)

Makoto se acidentando

Toki wo Kakeru Shoujo (The Girl Who Leapt Through Time / A garota que pulou através do tempo) é um movie produzido pelo estúdio Madhouse (CCS, X, Death Note), dirigido por Mamoru Hosoda e com character design do Yoshiyuki “Veloz” Sadamoto (Evangelion) que estreou em 2006 e foi lançado em DVD agora em abril.

Makoto, Chiaki, Kousuke

Ele conta a história de Makoto, uma típica colegial tomboy que adora baseball e possui dois amigos inseparáveis, Chiaki e Kousuke. Após um estranho evento no laboratório de ciências da escola, ela acaba obtendo o poder de voltar no tempo. Na primeira vez, ela consegue se salvar da própria morte, e depois começa a usar seus poderes para fins mais questionáveis como tirar 10 nas provas e tentar juntar casais. Só que, como era de se esperar, ela começa a perceber as conseqüências que seus “pulos” têm nas pessoas à sua volta.

Makoto

O movie é baseado num livro de mesmo nome escrito em 65/66 (!) por Yasutaka Tsutsui, mas não é uma adaptação direta – ele se passa após a história original, mas não precisa conhecer ela para entender. O movie ganhou vários prêmios em festivais, apesar de ter tido uma exibição bem modesta.

E é um dos melhores que já vi. A história é muito boa; geralmente quando colocam viagem do tempo no meio acaba saindo uma salada viajante total, mas isso não acontece. O final é interessante porque várias vezes o filme parece acabar para acontecer algo que muda totalmente o rumo da história. O final não decepciona, e arranca lágrimas dos mais desprevenidos.

Makoto e Chiaki de bicicleta

A animação é de cair o queixo; eu fiquei todo embasbacado com Byousoku 5cm mas TokiKake não fica muito atrás. Os planos de fundo são sensacionais; a história se passa no verão portanto há um monte de céus azuis e pores-do-sol.

A música é igualmente demais, com bastante piano. O tema, Garnet, é cantado por Oku Hanako e sua letra combina perfeitamente com o fim do filme.

Makoto, Chiaki e Kousuke

Enfim. Esse é mais um dos muitos casos em que fico frustrado por não saber escrever reviews e transmitir o quão sensacional é o movie. Então vá assistir logo.

Participe da discussão

5 comentários

  1. Baixei ele quando saiu por curiosidade do título, e o pior é que o filme é bem feito. Não gostei muito da animação, parece que faltam sombras, cores muito planas e tal, mas acho que foi escolha do estilo. O fim foi um pouco previsível, mas não contava com o lance da tia witch, ela rula. Garnet ficou bom só com a animação, ouvindo só a música nem encanta.

    E sim, eu vivo!

  2. Hawk \o\ \o/ /o/

    Eu acabei de baixar o filme…mas…to com tanto anime pra ver agora que esse vai ter q esperar um pouco…

    E pq o sr. não se arrisca a aparecer na taverna?? Não q tenha mta gente la…mas…bem….tem uns gatos pingados lá XD

  3. olá..! Baixei o anime por curiosidade. Depois de assitir busquei informações sobre ele e, digo com toda certeza, merece cada prêmio que recebeu. A historia não fica na mesmisse, os cenários são fantásticos. Ao contrário do que muitos pensam, um anime não precisa ser “escuro” para fazer sucesso. O colorido da “luz do dia” sobre a cidade nos az até mesmo ter vontade de conhecê-la. Já a personagem principal (Makoto) é tão carismática que duvido que alguém não se identifique. O final (apesar de esperado) não decepciona pois os momentos de cada fala combinam com cenário e música. No mais é melhor assistir o quanto antes. É sempre bom lembrar: “o tempo não espera ninguém”.

  4. Falando a verdade, só vi esse filme porque o cara me pareceu com o viado do Yano do Bokura ga Ita.

    Aconteçe que adorei a história e ri muito. Mas no final fiquei com INÙMERAS dúvidas da história.

    Mas a principal foi: quem é a Tia Bruxa?

    Ela sabia sobre saltos no tempo, e ficou óbvio que aquilo não era “comum”.

Deixe um comentário