Novos capítulos de Shaman King, preview do começo do final

Luchist e Marco, capa do novo capítulo 265 de Shaman King

Para quem não lembra, Shaman King está sendo republicado no Japão e terá o final que não teve anos atrás por ter sido cancelado. No volume 24, lançado dia 4 de fevereiro, saíram os dois primeiros capítulos inéditos depois de anos. Mas eles ainda não fazem parte do final – apenas contam uma parte da história que tinha sido pulado no mangá: a épica luta entre Luchist e Marco.

O Mankin Trad já traduziu (em inglês) os dois capítulos, 265 “Evil’s True Form” e 266 “The Real Justice”. Se alguém conhecer uma tradução em português sinta-se livre para postar nos comentários.

…sobre os capítulos: como é bom ler Mankin novamente! Não vou falar muito para não estragar, mas a luta é muito boa, por mais curta que seja.

Bom, e dia 4 de março (amanhã), sai o volume 26 com 5 capítulos inéditos — esses sim, o começo do final, ignorando o último capítulo publicado do antigo. Você pode ver algumas páginas no site oficial. Finalmente, 4 de abril sai o último volume com 9 capítulos inéditos finalizando a história. Quando saírem traduções eu posto aqui.

Watashi no Suki na Hito; Bakuman; Shaman King

Milagre, um post que não é sobre Tsubasa nem Holic! Vou ressucitar um pouco a tradição de posts com comentários aleatórios sobre coisas que vi / li / achei interessante / etc. Neste vou falar de mangás.

§ Li Watashi no Suki na Hito — um mangá do CLAMP (agora já li 13 de 18). Basicamente, é uma coleção de pequenas história sobre amor, e com alguns comentários da Ohkawa explicando de onde ela se inspirou para escrever cada história. As histórias são bonitinhas, mas o melhor são os comentários. A Ohkawa é um sarro e conta vários segredos da equipe: por exemplo, a Mokona gostava de um menino que tocava gaita na primeira série XDD

A maior surpresa foi uma certa aparição na forma de bichinho de pelúcia…

Boneco de pelúcia do Sonic em uma das histórias

Você pode baixar o mangá em inglês na página do Tuxedo Flyer (obrigado Chibi Yuuto por passar o link!)

§ Estou lendo Bakuman — o novo mangá da dupla Ohba/Obata, respectivos autor e desenhista de Death Note. É sobre dois garotos que querem se tornarem autores de mangá. Mashiro é o desenhista, que gosta de uma menina de sua sala e um dia esquece o seu caderno com um desenho nela na classe. No dia seguinte, Akito, o aluno mais inteligente da sala, fala com Mashiro dizendo que tinha visto o desenho e propondo eles escreverem um mangá, e ele seria o autor.

Mashiro e Takagi

É bem interessante, ele conta um pouco os bastidores de como a indústria de mangá funciona. Também tem uma de romance com o Mashiro, mas ela é bem mais sem graça — embora nesses últimos capítulos eu esteja gostando um pouco mais devido à tremenda vergonha dos dois, que começa a ser engraçada.

Acho que vou começar a comentar os capítulos por aqui… Você pode lê-los em inglês no One Manga.

§ Enquanto espero o final de Shaman King (outono de 2009!) eu me contento com o conteúdo extra das edições do Kanzenban no Mankin Trad. Tem umas ilustrações legais e uma montagens interessantes de personagens em cenários de fotos. Palhinha:

Anna

Anna em uma praia (foto real)

Meu, como eu adoro a Anna.

E aliás, e o Ultimo, a história que o Takei ia fazer com o Stan Lee? Saiu o capítulo 0 mas morreu. Parece que ia voltar agora em novembro, mas nada…

§ Momento propaganda: eu reescrevi o Quivi (o visualizador de imagens e leitor de mangás… lembram?). Tem alguns recursos novos (o principal é o prefetch, que carrega a próxima imagem automaticamente enquanto você vê/lê a atual, então está bem mais rápido de se navegar linearmente), dêem uma olhada e digam o que acharam!