Review: Onani Master Kurosawa

Takigawa e Kurosawa conversando numa mesa de biblioteca

Acontece com algumas pessoas, por algum motivo que eu não sei. De alguma forma elas não conseguem se socializar do modo normal. Na melhor das hipóteses, elas ignoram os outros, senão, julgam-nos como uma bando de falsos e imbecis. A grande questão que surge é se e como elas podem sair dessa situação. E um exemplo de pessoa assim é o protagonista de Onani Master Kurosawa.

Todos os dias após a aula, o Kurosawa tem uma tradição: ir até o deserto banheiro feminino do terceiro andar da escola para se masturbar pensando em alguma de suas colegas de classe. Sim, essa é a absurda premissa deste mangá, mas ela é só um pretexto para contar uma história muito maior.

As coisas começam a sair de controle quando Kurosawa decide se vingar de duas garotas que praticam bully em uma aluna também meio deslocada, a Kitahara. Mas ele não faz isso por ela, mas sim pela sua raiva das duas. E a sua vingança consistem em gozar nas roupas das duas enquanto elas estão na aula de educação física. Seu plano é um sucesso, mas no fim a própria Kitahara acaba descobrindo tudo. E surpreendentemente, ela chantageia Kurosawa a ajudá-la a se vingar de outras alunas.

Página de Onani Master Kurosawa

A partir daí, a história se desenvolve entre ele e Kitahara, mas também com a influência de outros colegas, principalmente de Nagaoka, um otaku que insiste em tentar fazer amizade com Kurogawa; e Takigawa, uma garota popular para quem Kurogawa nunca deu muita atenção (fora das suas fantasias no banheiro) mas que acaba transformando a sua vida.

OMK tem um lado muito engraçado, com referências a outros animes e mangás como Death Note (com o qual acabou ganhando o apelido de Fap Note), Code Geass e Haruhi. Mas o lado principal é a trajetória de Kurosawa, que vai aprendendo que julgar as pessoas do modo que ele faz é algo extremamente simplista. Talvez o desfecho seja até meio idealizado demais, mas talvez o “problema” seja no grau de desilusão do leitor. Pensando bem, a grande questão está nessa palavra, desilusão: será que a pessoa que deixou de se iludir, e enxergou a verdade; ou será que a desilusão seja uma ilusão por si só, uma descrença fabricada apenas para a pessoa evitar de se machucar? OK; estou começando a viajar demais, mas acho que um mangá te fazer viajar é algo bom :) A maioria das pessoas acaba se relacionando com o Kurosawa, umas mais e outras menos. A questão é se conseguimos nos convencer se também podemos nos iludir novamente (ou se podemos voltar a enxergar as coisas como realmente são) da forma com que Kurosawa aprende no decorrer da história.

Kurosawa

Enfim, recomendo fortemente que todos leiam este mangá, está sem dúvida perto do topo dos melhores mangás que já li. Você pode lê-lo em inglês no MangaFox; também existe uma pequena história que se passa após o final.

14 comentários sobre “Review: Onani Master Kurosawa

  1. Um dos melhores mangás que já li. A premissa parece bizarra mas o autor consegue desenvolver uma trama bem rox por tras de tudo isso.

    E eba!!! Posso comentar agora xD

    O sr. ficava só postando sobre FMA e Holic e eu não podia ler >_<

  2. Olá Shinigami :D

    Primeira vez comentando :)

    Consegui ler em 2 semanas todos arquivos sobre Tsubasa e xXxHolic, e achei o seu site super interessante. Só depois de ler que entendi a história. E agora acho que o Fei é o meu vilão preferido. Ele se comparou aos nossos queridos viajantes e tudo mais. Mas, eu meio que fiquei um pouco decepcionada com o final da série, esperava mais informações no epílogo. Mas, mesmo com esse fato gostei muito do anime.
    Agora uma pergunta: você já assistiu o anime de Kobato? É que não vi muitas informações aqui no site sobre ele, e houve um fato que me chamou muita atenção.
    No episódio 17 teve uma aparição supreendente, o Watanuki Kimihiro na lojinha da yukoo dei um grito no pc e depois apareceu, como se fosse um parque temático do Mokona. * chorando de emoção feito uma fangirl* :’)

    E pelo que vi no episódio 20 vai aparecer o grupo que voltou a viajar de Tsubasa, não possso dar mais informações já que eu ainda estou no episódio 18 e não gosto muito de spoilers ( estraga a surpresa).

    Mas é isso mesmo que eu queria falar. Me desculpa pelo tamanho do texto, mas é por que á muito tempo eu estava querendo comentar. E me desculpa por comentar aqui, eu não sabia onde eu postava o comentário.

    Sayonará

    1. Oi Kettlenn!

      Eu também acho o Fei um vilão sensacional, mas realmente o final deixou a desejar em explicações sobre ele.

      Eu tou bem atrasado com o anime de Kobato, mas ouvi falar desses aparições inesperadas :) Quando assistir tudo comento por aqui.

      Seja bem vinda e comente o quanto quiser. Estou devendo um post sobre os últimos caps de Holic. Não teve problema postar aqui, mas peço que comente no último post de Holic se quiser comentar mais algo, para não spoilearmos os desavisados :)

Deixe uma resposta