Precauções super cuidadosas

§ Tsubasa Ep. 28: Nada de especial, seguindo o mangá, alguns detalhes diferentes, um bom episódio…

§ Vi Battle Programmer Shirase (BPS). São 15 episódios, porém de 12 minutos cada, que são mais como 5 episódios de 3 partes. É sobre um programador lendário conhecido como BPS, capaz de façanhas como fazer computadores explodirem à distância programando através de um celular e outras coisas overpower. É muito engraçado. Todos os episódios têm o mesmo formato básico: algum cara, sempre chamado Akizuki e sempre com o mesmo rosto, procura o Shirase (encontrando-o sempre numa posição acidental extremamente comprometedora com uma menina) para ajudá-lo resolver algum incidente estranho, geralmente causado pela Kyaratech, um grupo de hackers liderado por um cara que se denomina Rei da América.

Personagens de BPS

O que mais chama atenção no anime, além dos poderes absurdos do Shirase (que é um lerdo e vive num alojamento bagunçado e se recusa a trabalhar por dinheiro), é a tiração de sarro com lolicon (hentai envolvendo crianças). No ocidente, lolicon causa muita controvérsia mas foi sempre relevado no Japão (onde existe Enjo Kosai e onde pornografia infantil só foi proibida a partir de 1999). Em BPS evidentemente não tem nada explícito, mas o Shirase tem uma queda pela sobrinha-neta Misao (que sempre passa na sua casa para cuidar dele, cozinhar, etc; o que rende algumas cenas engraçadas. Por exemplo, o Akizuki sempre encontra o Shirase e a Misao numa posição comprometedora causada por acidente (no primeiro episódio, um terremoto).
Só pra deixar claro para possíveis pessoas que não prestam atenção: esse anime NÃO tem pornografia infantil, apenas tiração de sarro com o fenômeno do lolicon.

Yoriko beijando Misao

Pena que foram poucos episódios, parece que foi cancelado…

A animação é OK, a OP é OK, a ED é viciante.

Curiosidades inúteis: a Misao tem o mesmo nome e é bem parecida com uma personagem de Pretty Sammy (que é do mesmo diretor), o seiyuu do Shirase é o mesmo do Doumeki.

E ironicamente ou não, a tal Isabelle Adjani nem é peituda.

§ Fui comprar Shaman King 60 e Tsubasa e não tinha. Pra não sair com as mãos abanando resolvi comprar Tokyo Babylon 1, e acho que vou comprar o resto… Seishirou rlz.